sábado, 27 de agosto de 2011

Tan...tos!

Hoje é dia de eleições presidenciais em Singapura.

Tendo em conta que o presidente aqui parece ter um papel ainda mais irrelevante que em Portugal, o que me parece mais interessante nestas eleições é (eu não vejo televisão, não ouço rádio e raramente leio jornais, portanto reconheço estar a fazer uma avaliação bem superficial):

. A reduzida duração (segundo a wikipedia, as primeiras actividades de campanha começaram a há 2 meses; eu só reparei em algum cartaz na rua há uns 10 dias, dia em que os candidatos foram oficialmente nomeados) e visibilidade da campanha eleitoral (cada candidato tem de respeitar um máximo de despesas de campanha de 600 mil dólares de Singapura - cerca de 350 mil Euros)

. A marcação das eleições com pouquíssima antecedência: há 24 dias (algo semelhante tinha acontecido nas legislativas de 7 de Maio, cuja data foi marcada 18 dias antes, com direito a 9-nove-9 intensos dias de campanha!)

. Ser apenas a quarta eleição para presidente (a figura só existe desde 1993, apesar de o país existir desde 1965)

. A minha certeza absoluta de que, entre quatro candidatos, o Sr. Tan vai ser o vencedor e presidente de Singapura a partir já de quinta-feira!


Mas será Tony Tan?


Tan Jee Say?


Tan Cheng Bock?


Ou Tan Kin Lian? (de quem não encontrei nenhum cartaz na rua hoje)


Nota: "Tan" é um dos apelidos mais comuns entre os singapurenses de origem chinesa (e os chineses colocam o apelido antes dos nomes próprios). Semelhante a os candidatos às presidenciais em Portugal ou no Brasil serem todos "Silva". Para já, o presidente português é "Silva" desde 2006 e será até 2016 (se o país durar até lá); e o brasileiro foi "Silva" de 2003 a 2010.

Um comentário:

  1. Eu votaria de certeza no Tan!

    Tan-to faz...

    :D

    Abraço primo

    ResponderExcluir